barbosaO jornalista e empresário Roberto Muylaert relançou o livro “Barbosa – um gol silencia o Brasil”. Para conseguir escrever um livro tão completo e tão tocante para aqueles que apreciam eventos míticos da história do futebol mundial, como a derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai, na final da Copa de 1950, em pleno Maracanã, Muylaert contou com mais de 25 horas de entrevista com o próprio goleiro do Brasil na época, Barbosa.

Moacir Barbosa Nascimento, ou simplesmente Barbosa, foi tido como o principal responsável pelo “Maracanazzo”, nome como a derrota brasileira ficou conhecida, e teve que lidar com este enorme peso durante 50 anos, até a sua morte em 7 de abril de 2000, na Praia Grande, litoral paulista, vítima de um acidente vascular cerebral.

Elegante, tecnicamente indiscutível, Barbosa é considerado um dos melhores goleiros da história do futebol brasileiro pelos especialistas e por torcedores, mas o fatídico gol do ponta direita uruguaio Ghiggia, gol que definiu a vitória uruguaia, jogou por terra todo o currículo invejável e irretocável de Barbosa, a ponto do próprio declarar em 1994, ao ser absurdamente barrado da concentração da Seleção Brasileira na Copa de 1994, que “No Brasil, a pena máxima por um crime é de 30 anos. Eu pago há 44 anos por um crime que não cometi”.

Roberto Muylaert, que estava na mais famosa final de todas as Copas do Mundo, dá o seu testemunho de forma irretocavelmente dramática, descrevendo como poucos o sepulcral silêncio que tomou conta dos 200 mil torcedores que estavam presentes no Maracanã após o apito final. E no livro, além de ter Barbosa como protagonista, o jornalista também fala de outros tantos personagens desta história, como o capitão da seleção uruguaia, Obdulio Varela, que, de acordo com histórias da época, após a conquista heróica celeste, saiu à noite para beber com torcedores cariocas e, desde então, amou o povo brasileiro até o dia da sua morte.

O livro “Barbosa – um gol silencia o Brasil” é leitura oficial para que todos possam, além de saborear uma das histórias mais épicas e ricas da história do futebol mundial, “absolver” Moacir Barbosa Nascimento, um dos maiores goleiros do futebol brasileiro. Infelizmente para o goleiro, a justiça nunca lhe foi feita.

Disponível na Saraiva