Nome completo:
Zbigniew Boniek

Data de nascimento: 3 de março de 1956

Local de nascimento: Bydgoszcz, Polônia


Ver mapa maior

Times em que atuou:

  • 1975 até 1982 – Widzew Lódz (Polônia)
  • 1982 até 1985 – Juventus (Itália)
  • 1985 até 1988 – Roma (Itália)

Pela seleção principal polonesa:

  • Atuou de 1976 até 1988, com 80 partidas disputadas, marcando 24 gols.

Trivia:

  • Pela Polônia, conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo de 1982.
  • Foi técnico da seleção polonesa por apenas 5 partidas, com uma campanha não muito boa: 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.
  • Em outubro de 2012, Boniek se tornou o presidente da Associação Polonesa de Futebol.
  • Assim como Zico, Boniek marcou 4 gols na Copa do Mundo de 1982, ficando atrás de Paolo Rossi (6 gols) e Rummenigge (5 gols).
  • Marcou o gol da vitória da Juventus sobre o Porto por 2 a 1, na final da Recopa Europeia
  • Boniek sofreria o pênalti que originou o único gol da vitória da Juventus na decisão da Copa dos Campeões (atual Champions League) contra o Liverpool, em 1985. Este jogo ficou marcado pela morte de 39 torcedores juventinos, devido à ação de hooligans do clube inglês.
  • Quando jogou no Roma, os torcedores da equipe italiana diziam que dois poloneses mandavam na capital italiana: Boniek e o Papa João Paulo II.

Na final da Recopa Europeia da temporada 1983-84, Juventus e Porto se enfrentaram no Estádio Saint Jakob, na Basiléia. Vignola abriu o marcador para a equipe italiana, aos 13 minutos do primeiro tempo. Mas 18 minutos depois, Sousa empatou para os portugueses. Boniek marcou o gol da vitória da Juve, para delírio dos italianos que lotaram o estádio suíço. Confira no vídeo abaixo a marcante vitória da Vecchia Signora.